Linhas e Grupos de Investigação

L1 - Mudanças societais

coordenação: Mafalda Soares da Cunha

A linha 1 (L1) estuda os processos de mudança e de permanência na longa duração (séc. VII-XXI). Procura analisar as lógicas de hierarquização social, a emergência de normas e dispositivos de legitimação, os mecanismos de reprodução social, a mobilidade social e geográfica, bem como as diferentes formas de participação nos processos de decisão política.

Do ponto de vista da fundamentação teórico-metodológica, escora-se na nova História Social, na Demografia e nos contributos recentes dos Estudos de Cultura e nos Subaltern Studies . Recorre também à nova História Política e ao neo-institucionalismo. Alicerça-se, ainda, nas Ciências da Educação e nas suas relações com a Psicologia Comportamental. 

Nesta panóplia de abordagens diversificadas criou-se, todavia, um foco aglutinador, que corresponde à análise dos processos de tomada de decisão.

sd - Demografia e Vulnerabilidades Sociais

coordenação: Maria Filomena Mendes

A equipa do RG-sd desenvolve a sua investigação em torno de dois grandes problemas: a(s) forma(s) como a evolução demográfica condiciona a mudança e é por ela condicionada; os efeitos demográficos, sociais e económicos das políticas assistenciais, implementadas a partir do Antigo Regime.

sp - Sociedades, Poderes e Identidades

coordenação: Antonio José Díaz Rodríguez

O RG-sp estuda as mudanças societais em perspectiva histórica, através da análise comparada das dinâmicas dos grupos sociais em co-relação com as formas institucionais e com a aprendizagem/ensino. A originalidade do trabalho desta equipa traduz-se na atenção particular que confere à análise dos processos de decisão.

L2 - Património e diversidade cultural

coordenação: Ana Cardoso de Matos

A linha 2 (L2) tem como objetivo estudar o património material e imaterial, com especial ênfase no Sul, a partir de uma abordagem pluridisciplinar.

As equipas implicadas procuram desenvolver a reflexão teórica sobre o Património Cultural e contribuir para preservar, difundir e potencializar os valores patrimoniais demonstrativos da diversidade cultural do Sul. A abordagem da musealização das diferentes tipologias do património cultural é outro dos objetivos desta linha.

Definir boas práticas, tanto de intervenção no património cultural, como de desenvolvimento do turismo cultural, corresponde a outro dos horizontes destas equipas.

pi - Património Imaterial e Coesão Social

coordenação: Ana Alexandra Carvalho

Embora o RG-pi esteja estreitamente ligado à Cátedra UNESCO em “Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional: Interligar Patrimónios”, coexiste com uma série de outros projetos tematicamente relacionados. Enquanto a Cátedra se debruça sobre o saber-fazer tradicional, outros membros do grupo estão a investigar formas dialetais, ou as músicas tradicional do Sul, entre outros exemplos.

pm - Património, Cultura Material e Paisagem

coordenação: Antónia Fialho Conde

A abordagem que o RG-pm faz do património cultural tem como pressuposto a relação direta com o território e com a forma como homem atuou sobre o mesmo. São objeto de análise os espaços, os conjuntos arquitetónicos e os objetos que hoje constituem valores patrimoniais e museológicos.

lpt - Literacias e Património Textual

coordenação: Maria Filomena Gonçalves

O RG-lpt caracteriza-se por ser transversal aos demais grupos, visto estudar problemas relativos à literacia, às bibliotecas e arquivos do Sul (Portugal, Península Ibérica, Sul da Europa, outras geografias relacionadas com as anteriores). Dá ênfase às Digital humanities  e ao património textual, em sentido amplo.